Programa Sou Resíduo ZERO

Imagem de Post - Empabel

Programa Sou Resíduo Zero quer engajar empresas e sociedade a acabar com a geração de lixo. Ao reduzir o consumo de embalagens e dar destino correto aos resíduos, será possível dar adeus aos lixões do país

Estima-se que o brasileiro produza por dia um quilo de resíduos sólidos. Esta seria a quantidade de embalagens, restos de alimentos e outros tipos de materiais que o cidadão joga no lixo diariamente. Em 2013, este volume todo somado chegou a 76 milhões de toneladas.

Apesar da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) já ter entrado em vigor e ter estabelecido agosto de 2014 como prazo para que resíduos sólidos e rejeitos tivessem destinação final ambientalmente adequada, em muitas cidades do Brasil os lixões ainda estão funcionando livremente.

Com o objetivo de engajar pessoas, comunidades e empresas a reduzir a geração de resíduos e estimular ao máximo o reaproveitamento, reciclagem e compostagem, foi lançado em Março deste ano, em São Paulo, o Programa Sou Resíduo Zero, idealizado pela consultoria Eccaplan.

A iniciativa está baseada em cinco pilares: não geração, redução, reutilização, reciclagem e compostagem. As empresas que aderem ao programa desenvolvem uma série de ações para modificar seu modo de lidar com o lixo. Para ajudá-las neste desafio, a Eccaplan criou ferramentas como mapas, infográficos, selos e certificações.

Os resíduos potencialmente recicláveis, gerados pelas empresas do Sou Resíduo Zero, são coletados por cooperativas de catadores e o rejeito orgânico (resto de comida) é destinado à compostagem e produção de adubo. Segundo a organização Zero Waste International Alliance (ZWIA), da qual o programa brasileiro é parceiro, para que empresas e comunidades sejam consideradas bem sucedidas na implementação da iniciativa, elas precisam desviar de aterros e incineradores mais de 90% de seus resíduos.

Para a entidade internacional, o conceito “resíduo zero” tem como intuito desenvolver um sistema ético, econômico, eficiente e visionário, para orientar as pessoas a mudarem seus estilos de vida e práticas para fomentar ciclos naturais, onde todos os materiais descartados sejam projetados para tornarem-se recursos para a produção de outros materiais.

O Programa Sou Resíduo Zero já ganhou a adesão do Hotel Hyatt, em São Paulo, e da Feira World Trade Market 2015 Latin America e da Feira da Associação Paulista de Supermercados 2015 (APAS), evento este que deve ter um público estimado de 70 mil pessoas.

Até este momento, a campanha já conseguiu reaproveitar 220 mil quilos de resíduos, que foram destinados para a coleta seletiva. A quantidade é atualizada online em um cronômetro digital na página do programa.

Além de diminuir a geração de resíduos e aproveitar os que sobram da maneira mais correta, o Sou Resíduo Zero promove a inclusão social dos catadores de lixo. O movimento ajuda ainda na redução da emissão de CO2 e do consumo de água e energia.

Empresas e pessoas que querem participar do programa, podem acessar o site do Sou Resíduo Zero e preencher um questionário para saber como se engajar nesta causa. A ideia é que todos participem!

Confira abaixo algumas dicas do que você já pode começar a fazer na sua casa:
– compre alimentos naturais e sem embalagens;
– escolha produtos com embalagens menores e que incentivem a reciclagem;
– destine corretamente seus resíduos: lixo orgânico para compostagem, dejetos no lixo e recicláveis para a coleta seletiva;
– privilegie empresas com o selo Resíduo Zero;
– questione marcas e fabricantes sobre seus resíduos;
– compartilhe a campanha #souresiduozero


Fonte: Planeta Sustentável e Sou Resíduo Zero

Entre em contato

Posts Relacionados

O que é a pegada de carbono?

A pegada de carbono refere-se à quantidade total de gases de efeito estufa, expressa em equivalentes de dióxido de carbono (CO2e), emitidos direta ou indiretamente

Novos horários de descarregamento

Caro cliente, por favor, veja abaixo os nossos novos horários de descarregamento: Recebimento TURNO DA MANHÃ:Das 08:00 às 11:30Durante o período das 11:31 às 12:00,