Arquivo Morto: Chegou a hora de descartá-lo?

Mesmo no século 21 (e com todos os meios digitais), o papel ainda se faz presente, e muito, em escritórios e empresas. Claro que nada substitui um bom livro impresso ou escrever uma linda carta a mão para a pessoa amada, mas, tirando alguns casos, o papel pode ser SIM substituído por meios digitais.

Porém, entendemos que nem todos podem ter o meio digital como forma de armazenamento. Contratos, processos jurídicos, provas de faculdade, trabalhos escolares, documentos contábeis e muito outros ainda estão deixando a sua impressão no mundo. Mas depois de um tempo, são esquecidos, e deixados na pilha e nas prateleiras do chamado arquivo morto.

📄 O que é Arquivo Morto (definição):
Engana-se quem acha que é tudo que não é usado. A grosso modo são somente documentos em papel, como certidões, comprovantes, formulários, notas fiscais, declaração, fichas de registro e diversos outros. A questão é que cada um desses documentos tem sua importância e, por isso, precisam ser guardados por tempos específicos, dependendo do tipo de documentação.

Qual o período para descartar?
O Código Civil, Código Tributário Nacional e a Constituição Federal do Brasil trazem artigos que falam sobre a temporalidade dos documentos, e esse tempo é de acordo com a espécie e importância de cada, assim como se é de pessoas físicas ou jurídicas. O tempo em média de armazenamento de documentos é de 5 anos.¹ Alguns precisam ser guardados até 20 anos, como atestados de saúde ocupacional e FGTS. Guia de Recolhimento, por exemplo, o ideal é armazenar por 30 anos. MAS ATENÇÃO, nem tudo tem data de vencimento, livro de inspeção de trabalho, contrato de trabalho, livros e fichas de registros de empregados, por exemplo, devem ser guardados para sempre.²

🗑 Como fazer o descarte?
Bom, agora você já sabe o que deve ou não ser guardado e por quanto tempo, passado esse período o que fazer para liberar espaço? A máquina de trituração é o fim para muitas folhas, porém, o que fazer com os resíduos? Existem várias formas adequadas de fazer o descarte de arquivo morto que protegem as informações da empresa e não agridem o meio ambiente, como a trituração e a incineração. Contudo, não basta apenas triturar e jogar no lixo, até porque muitos documentos são sigilosos, e recorrer à empresas especializadas é imprescindível. Uma forma segura para a instituição e, ainda mais, para o meio ambiente.

Saiba como a Embapel auxilia você e a sua empresa:
A Embapel, respeitando normas e considerando a natureza sensível de documentos sigilosos, emite certificados que garantem, legalmente, a destruição completa e definitiva deste tipo de material, e isso, sem causar danos ao ecossistema.

O processo permite a eliminação de grandes volumes de papel de maneira ágil, eficiente e segura, onde, para maior comodidade, oferecemos os serviços de recolhimento (ainda mais nesse momento de pandemia), destruição e envio do material a empresas de reciclagem devidamente preparadas e licenciadas ao manejo de resíduos especiais. Estamos posicionados na cadeira produtiva da reciclagem de maneira que atende as normas da Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS.

Descarte com segurança a documentação sigilosa ou grande quantidade de documentos ajudando o meio ambiente. Fale conosco pelo (51) 3249.0100, (51)999.685.380 ou embapel@embapel.com.br♻

Fontes:
¹ https://www.guardex.com.br/blog/arquivo-morto-como-organizar/
² https://www.jornalcontabil.com.br/por-que-guardar-seus-documentos-e-por-quanto-tempo/

Entre em contato

Posts Relacionados

O que é a pegada de carbono?

A pegada de carbono refere-se à quantidade total de gases de efeito estufa, expressa em equivalentes de dióxido de carbono (CO2e), emitidos direta ou indiretamente

Novos horários de descarregamento

Caro cliente, por favor, veja abaixo os nossos novos horários de descarregamento: Recebimento TURNO DA MANHÃ:Das 08:00 às 11:30Durante o período das 11:31 às 12:00,