Dicas para uma quarentena e pós-quarentena sustentáveis

Ficar em isolamento pode ser, às vezes, muito difícil, pois é preciso estar sempre arranjando algo para passar o tempo, principalmente aos finais de semana. Mas, podemos aproveitar esse tempo para dar espaços a novos hábitos. Veja algumas dicas que podem ajudar, e muito, tanto você quanto ao meio ambiente: Vá para a cozinha – […]

Abril Verde – Pela saúde e segurança no trabalho

Se você ainda não ouviu falar sobre o Abril Verde esta matéria é para você. E para aqueles que já conhecem, sabiam que o seu início foi em 2014? Com o objetivo de reduzir os acidentes de trabalho e os agravos à saúde do trabalhador, além de mobilizar a sociedade para prevenção das doenças que […]

Sustentabilidade é nota 10 antes, durante e depois do Carnaval

Dizem que o ano só começa depois do carnaval, porém certas atitudes precisam ser tomadas antes, durante e depois de cair na folia. Muitas cidades já colocaram seus blocos e atrações na avenida, outras, estão se preparando para a maior festa do Brasil. O acúmulo de lixo neste período é, e sempre será algo natural, […]

Expectativa x Realidade quando o assunto é sustentabilidade

Você se considera uma pessoa ecologicamente correta? As atitudes que você tem na sua casa quanto a reciclagem e sustentabilidade são as mais adequadas? Uma pesquisa realizada com mais de 9 mil pesquisados na América Latina teve entre os destaques que 1 a cada 2 pessoas se considera consciente em relação ao meio ambiente. Parece […]

Os 5 países que mais reciclam no mundo.

Quando se trata de ranking, o Brasil está em muitos comparativos mundiais, porém, quando o assunto é reciclagem, estamos na lanterna. Este ano, saiu a lista dos países que mais reciclam no mundo, e com mais de 60% dos resíduos sólidos urbanos sendo reciclados, a Alemanha está no topo. Depois, vem Coréia do Sul (59%), […]

Venha fazer parte do BID Lab

O BID Lab, Laboratório de Inovação do Banco Interamericano de Desenvolvimento, está à procura de empreendedoras da América Latina e do Caribe para participar do Pitch Competition. O foco são empreendimentos fundados/liderados por mulheres que envolvam STEM (Sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) e tenham alto potencial de impacto. A competição é […]

Adobe Photoshop PDF

Descarte correto agora é lei

Porto Alegre irá fazer uma série de coletas de lâmpadas usadas e encaminhar para reciclagem. Colabore você também. Faça sua parte.

Fique atento aos locais e datas:

  • 05/09 – Usina do Gasômetro – Av. Presidente João Goularte, 551 – Centro.
  • 12/09 – Estacionamento do Beira Rio – Av. Padre Cacique, 891 – Bairro Praia de Belas.
  • 19/09 – Praça Jardim Europa – Av. Túlio de Rose, S/N – Bairro Passo d’Areia.
  • 26/09 – Praça da Tristeza – Av. Otto Niemeyer esq. Av. Wenceslau Escobar – Bairro Tristeza.

Programa Sou Resíduo ZERO

Programa Sou Resíduo Zero quer engajar empresas e sociedade a acabar com a geração de lixo. Ao reduzir o consumo de embalagens e dar destino correto aos resíduos, será possível dar adeus aos lixões do país

Estima-se que o brasileiro produza por dia um quilo de resíduos sólidos. Esta seria a quantidade de embalagens, restos de alimentos e outros tipos de materiais que o cidadão joga no lixo diariamente. Em 2013, este volume todo somado chegou a 76 milhões de toneladas.

Apesar da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) já ter entrado em vigor e ter estabelecido agosto de 2014 como prazo para que resíduos sólidos e rejeitos tivessem destinação final ambientalmente adequada, em muitas cidades do Brasil os lixões ainda estão funcionando livremente.

Com o objetivo de engajar pessoas, comunidades e empresas a reduzir a geração de resíduos e estimular ao máximo o reaproveitamento, reciclagem e compostagem, foi lançado em Março deste ano, em São Paulo, o Programa Sou Resíduo Zero, idealizado pela consultoria Eccaplan.

A iniciativa está baseada em cinco pilares: não geração, redução, reutilização, reciclagem e compostagem. As empresas que aderem ao programa desenvolvem uma série de ações para modificar seu modo de lidar com o lixo. Para ajudá-las neste desafio, a Eccaplan criou ferramentas como mapas, infográficos, selos e certificações.

Os resíduos potencialmente recicláveis, gerados pelas empresas do Sou Resíduo Zero, são coletados por cooperativas de catadores e o rejeito orgânico (resto de comida) é destinado à compostagem e produção de adubo. Segundo a organização Zero Waste International Alliance (ZWIA), da qual o programa brasileiro é parceiro, para que empresas e comunidades sejam consideradas bem sucedidas na implementação da iniciativa, elas precisam desviar de aterros e incineradores mais de 90% de seus resíduos.

Para a entidade internacional, o conceito “resíduo zero” tem como intuito desenvolver um sistema ético, econômico, eficiente e visionário, para orientar as pessoas a mudarem seus estilos de vida e práticas para fomentar ciclos naturais, onde todos os materiais descartados sejam projetados para tornarem-se recursos para a produção de outros materiais.

O Programa Sou Resíduo Zero já ganhou a adesão do Hotel Hyatt, em São Paulo, e da Feira World Trade Market 2015 Latin America e da Feira da Associação Paulista de Supermercados 2015 (APAS), evento este que deve ter um público estimado de 70 mil pessoas.

Até este momento, a campanha já conseguiu reaproveitar 220 mil quilos de resíduos, que foram destinados para a coleta seletiva. A quantidade é atualizada online em um cronômetro digital na página do programa.

Além de diminuir a geração de resíduos e aproveitar os que sobram da maneira mais correta, o Sou Resíduo Zero promove a inclusão social dos catadores de lixo. O movimento ajuda ainda na redução da emissão de CO2 e do consumo de água e energia.

Empresas e pessoas que querem participar do programa, podem acessar o site do Sou Resíduo Zero e preencher um questionário para saber como se engajar nesta causa. A ideia é que todos participem!

Confira abaixo algumas dicas do que você já pode começar a fazer na sua casa:
– compre alimentos naturais e sem embalagens;
– escolha produtos com embalagens menores e que incentivem a reciclagem;
– destine corretamente seus resíduos: lixo orgânico para compostagem, dejetos no lixo e recicláveis para a coleta seletiva;
– privilegie empresas com o selo Resíduo Zero;
– questione marcas e fabricantes sobre seus resíduos;
– compartilhe a campanha #souresiduozero


Fonte: Planeta Sustentável e Sou Resíduo Zero