Avião chinês voa usando óleo reciclado como combustível

Voo regular, um Boeing 737 com 100 passageiros a bordo, partiu no sábado de Xangai e chegou a Pequim no mesmo dia.

Pequim – A companhia aérea chinesa Hainan Airlines completou este fim de semana o primeiro voo de passageiros do país usando óleo de cozinha usado em restaurantes e reciclado como combustível, o que o setor da aviação nacional considerou um “passo gigante” para a indústria.

O voo regular, um Boeing 737 com 100 passageiros a bordo, partiu no sábado de Xangai e chegou a Pequim no mesmo dia, utilizando biocombustível elaborado pela refinaria chinesa Sinopec com óleo de cozinha recolhido de restaurantes, divulgou nesta segunda-feira a imprensa chinesa.

O vice-presidente da Hainan Airlines, Pu Ming, foi o piloto deste voo, que usou o óleo reciclado como combustível combinado com combustível derivado do petróleo tradicional, em uma proporção de 50% para cada um de seus dois motores.

Hainan Airlines conseguiu se adiantar de surpresa nesta conquista à companhia de Hong Kong Dragonair (subsidiária da Cathay Pacific), que tinha anunciado poucos dias antes que seria a primeira a voar sobre a China com óleo reciclado, mas que teve que adiar a operação por problemas de permissões legais.

Este biocombustível emite entre 50% e 80% menos de dióxido de carbono que os voos com combustível derivado do petróleo tradicional, e a expectativa é que seu uso reduza a poluição gerada pela aviação, embora seu uso ainda seja pontual devido ao alto custo.

Os primeiros aviões de passageiros que usaram biocombustível foram fretados pela companhia alemã Lufthansa em 2011, ano no qual China também começou a realizar testes com esta nova tecnologia.


Fonte: EXAME

Resíduos Sólidos podem preservar a Natureza

A preocupação com os resíduos vem sendo discutida há algumas décadas nas esferas nacional e internacional, devido à expansão da consciência coletiva com relação ao meio ambiente. Assim, a complexidade das atuais demandas ambientais, sociais e econômicas induz a um novo posicionamento dos três níveis de governo, da sociedade civil e da iniciativa privada. A […]

Pontos Importantes da Lei da Política Nacional de Resíduos Sólidos

A Lei sancionada incorpora conceitos modernos de gestão de resíduos sólidos e se dispõe a trazer novas ferramentas à legislação ambiental brasileira. Ressaltam-se alguns desses aspectos quais sejam:

 

Acordo Setorial

Ato de natureza contratual firmado entre o poder público e fabricantes, importadores, distribuidores ou comerciantes, tendo em vista a implantação da responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida do produto;

 

Responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos

Conjunto de atribuições dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes, dos consumidores e dos titulares dos serviços públicos de limpeza urbana e manejo dos resíduos sólidos pela minimização do volume de resíduos sólidos e rejeitos gerados, bem como pela redução dos impactos causados à saúde humana e à qualidade ambiental decorrentes do ciclo de vida dos produtos, nos termos desta Lei;

 

Logística Reversa

Instrumento de desenvolvimento econômico e social, caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada;

 

Coleta Seletiva

Coleta de resíduos sólidos previamente segregados conforme sua constituição ou composição;

 

Ciclo de Vida do Produto

Série de etapas que envolvem o desenvolvimento do produto, a obtenção de matérias-primas e insumos, o processo produtivo, o consumo e a disposição final;

 

Sistema de Informações sobre a Gestão dos Resíduos Sólidos – SINIR

Tem como objetivo armazenar, tratar e fornecer informações que apoiem as funções ou processos de uma organização. Essencialmente é composto de um sub-sistema formado por pessoas, processos, informações e documentos, e um outro composto por equipamentos e seu meios de comunicação;

 

Catadores de Materiais Recicláveis

Diversos artigos abordam o tema, com o incentivo a mecanismos que fortaleçam a atuação de associações ou cooperativas, o que é fundamental na gestão dos resíduos sólidos;

 

Planos de Resíduos Sólidos

O Plano Nacional de Resíduos Sólidos a ser elaborado com ampla participação social, contendo metas e estratégias nacionais sobre o tema. Também estão previstos planos estaduais, microrregionais, de regiões metropolitanas, planos intermunicipais, municipais de gestão integrada de resíduos sólidos e os planos de gerenciamento de resíduos sólidos.

 

Sua empresa ou indústria tem um papel fundamental nesse ciclo. Entre em contato com a EMBAPEL Reciclagem e saiba como fazer parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos.

 

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Você sabe o que é Política Nacional de Resíduos Sólidos?

A Lei nº 12.305/10, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) é bastante atual e contém instrumentos importantes para permitir o avanço necessário ao País no enfrentamento dos principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado dos resíduos sólidos. Prevê a prevenção e a redução na geração de resíduos, tendo como […]